HomeArtigosConhecimento ou Competência. O que é mais importante?
 ARTIGOS
Conhecimento ou Competência. O que é mais importante?

Untitled Document

Até duas ou três décadas atrás, o amplo ou maior domínio de conhecimentos era o que mais se aspirava ou se pretendia, do ponto de vista cultural e profissional. Saber enciclopédico era uma qualificação que muitos gostariam de ter. Porque, cabe dizer, sempre foi muito valorizado pela sociedade.

O mundo tem passado por grandes e rápidas mudanças, como sabemos e até pelos impactos que recebemos. Mas nem todas as mudanças são facilmente percebíveis ou se tornam claras para a maioria das pessoas.

Uma delas é que o conhecimento está perdendo – não a sua importância – mas o seu poder quase absoluto. Divide agora esse poder com um outro fator recém chegado, moderno, que se chama competência.

Como assim ?

Quanto mais voltamos ao passado, menos a qualificação das pessoas era importante. Até porque as sociedades eram pouco desenvolvidas e havia nelas poucas organizações e, por conseqüência, poucas profissões.

Praticamente só os artistas, os filósofos e as pessoas que adotavam carreira religiosa e militar tinham possibilidades de mostrar valores, que hoje chamamos de competências.

Só com a chegada dos regimes republicanos e democráticos, e com o advento da era industrial – tudo isto acontecendo a partir do século XIX – a economia de mercado e o surgimento e fortalecimento de maior quantidade de profissões tornaram-se realidade.

Mais recentemente, porém, surgiram três fenômenos que abalaram as sociedades, como um todo, e os negócios e atividades profissionais de modo especial. São eles: a globalização, a competitividade nos negócios e a rápida evolução das tecnologias.

Por efeito deste conjunto de fenômenos, o conhecimento tem crescido quantitativamente – de forma impressionante, aliás – mas já não reina sozinho. Divide o trono agora com o fator competência. E a explicação é esta: num mundo cada vez mais exigente e mais competitivo, ter conhecimento só não basta. É preciso saber aplicá-lo. E saber aplicar conhecimentos, obtendo resultados, é o significado agora diferenciado e forte de competência.

Competência é, portanto, um requisito da modernidade. E isto se aplica a todas as profissões e a todas as organizações.

Agora começa a fazer mais sentido o velho ditado: “Quem não tem competência não se estabelece”.

E agora se pode afirmar que uma pessoa possa ter muitos conhecimentos, ter pós-gradução e doutorado, e ser incompetente. Se não souber aplicar seus conhecimentos e obter resultados como profissional empregado, como profissional autônomo ou como prestador de serviços a organizações.

Conhecimento x informação x dado

Aproveitando a oportunidade de abordar o fato de conhecimento ter repartido sua importância com o novo fator competência – cabe destacar ou lembrar aqui esta diferenciação e este sentido de hierarquia entre estes três elementos: conhecimento, informação e dado.

O conhecimento é mais abrangente e mais importante, como regra geral, do que a informação. Conjuntos de informações compõem conhecimentos científicos, técnicos, organizacionais, etc. As informações, por sua vez, compõem-se de um ou mais dados. A menor parte, portanto, do conhecimento.


Enio José de Resende possui graduação em Letras e Pedagogia, pós-graduação em Recursos Humanos e especialização em Desenvolvimento Organizacional. – Participou de mais de 100 programas de desenvolvimento profissional, 14 no exterior. Foi gerente e diretor de RH na Klabin (Divisão Cerâmica), Camargo Correa, Acesita e Norberto Odebrecht. – Atua como Consultor há 20 anos, tendo prestado serviços a cerca de 170 organizações. – Cerca de 1800 atuações como conferencista, palestrante e conduzindo programas de T e D. – É especialista em Gestão Integrada de R.H., Gestão por Competências, Remuneração Estratégica e por Competências, Gestão de Clima Organizacional, Planos de Carreira e Sucessão e Administração de Talentos. – É autor de 16 livros, sendo 7 sobre Competências, 3 sobre Gestão, 3 sobre Remuneração, 1 sobre Clima Organizacional e 2 sobre Cidadania.

 

 

Para enviar este artigo para um(a) amigo(a):
Clique aqui

Fonte: Enio Resende
Autor: 
 Data: 19/06/2008

 

 


Voltar

 
Para membros da Comunidade
Learning & Performance Brasil
> Efetuar Login
> Cadastre-se
> Saiba mais
Curta a nossa página no facebook
Siga-nos no twitter

Organização
MicroPower

Promoção
Escola Virtual

e-learning for kids

ABES

ABRH - NACIONAL

ABRH - SP

ADVB

América Economia

bilheteria.com

FNQ - Fundação Nacional da Qualidade

GCSM - Global Council of Sales Marketing

Movimento Brasil Competitivo: MBC

The Winners - Prime Leaders Magazine

Copyright © 2016 - MicroPower®