HomeArtigosTecnologia aliada a praticidade
 ARTIGOS
Tecnologia aliada a praticidade

Fazer mil coisas ao mesmo tempo, digerir um número ainda maior de informações por segundo e ter tempo para a vida pessoal. Para alguns, essas poderiam ser as características de um hiperativo, expressão empregada com tanta regularidade hoje em dia. Mas não se trata de uma síndrome atual ou recentemente descoberta, e sim de mais um integrante desta geração de “malucos” por tecnologia e por informação. Trata-se do perfil do joinvilense Henrique Puccini, de 27 anos.

Ele é jornalista, mas não conformou-se com apenas um curso superior. No momento, está no quarto ano da faculdade de economia. Fora isso, é um apaixonado por todas as novidades tecnológicas e pelo que elas são capazes de oferecer em termos de praticidade. “Gosto de aproveitar e conhecer tudo o que a tecnologia pode nos fornecer de melhorias, tanto sociais quanto econômicas”, afirma o gerente de conteúdo digital na empresa de gestão de conhecimento Humantech, em Joinville. Jovem e ambicioso, Henrique gosta de desafios, principalmente no aspecto profissional. Sente-se motivado por melhorias e novidades.

Mesmo assim, garante que faz parte de uma onda de transição na qual o computador entrou somente na pós-adolescência. “Quando pequeno, fiz minhas pesquisas em livros e bibliotecas. Celulares ou comunicadores eram infinitamente restritos e caros. E-mail, Google e a proliferação de ferramentas on-line surgiram depois de eu entrar na universidade, há dez anos”, lembra. “Sou Y no sentido de conhecer, aproveitar e estar à frente nos recursos que a tecnologia oferece. Mas não sou tão imediatista, qualidade que vale ouro em tempos que valorizam somente a agilidade”, esclarece.

Hoje, Henrique sente-se realizado atuando em uma empresa que aplica soluções de gestão do conhecimento, uma área ainda em expansão a partir de ferramentas on-line e off-line, algo completamente fora de cogitação nos mesmos dez anos que revolucionaram os negócios e a sociedade. Como sempre gostou de tecnologia, recursos e facilidades dos equipamentos, os amigos mais próximos sempre o procuravam para saber se estavam comprando bons produtos ou programas. Sempre requisitavam também dicas sobre o que comprar, quais itens ou sobre programas de computador. “Isso me estimulava a estudar mais e compreender melhor o mundo Y, interagindo com toda uma geração que está hoje por aí.”

Henrique lembra que a Geração Y cresceu usando a internet como base de quase tudo, como na pesquisa de preços, conceitos, estudos e relacionamentos. “Essas pessoas, e eu me incluo aqui, surpreendem com informações inesperadas sobre os mais variados temas e certamente gostam de apetrechos tecnológicos, mas que facilitem sua rotina e tragam benefícios”, conta. Uma das características marcantes do perfil Y, para o jornalista, está em suspeitar da publicidade tradicional, confiando mais em informações e opiniões de amigos ou outras fontes de conteúdo como redes sociais e blogs.

“Claro, aqui, mudou a forma de contato. É o tradicional boca-a-boca, agora mais tecnológico e veloz”, observa. Velocidade é outra característica dessa geração, que faz tudo ao mesmo tempo, agora. Apesar de tanto conteúdo em desenvolvimento, Henrique faz uma ressalva: muitas atitudes dos “ipisilones” ainda são vazias. Uma rede social como o Orkut, por exemplo, mostra tudo de bom que essa geração proporciona, desde resenhas de livros ou produtos, como também comportamentos terríveis conhecidos como bullying. O potencial desta geração, exposta muito cedo a coisas bastante sofisticadas, é sem referencial.

“Diferentemente do que muitos estudiosos destacam, os Y não são revoltados e têm valores éticos muito fortes”, pensa o jornalista. “Priorizam o aprendizado e as relações humanas, mas, para isso, precisam que você entre no seu mundo. Penso que os valores da Geração Y não são nada diferentes dos valores tradicionais, mas são mais liberais e valorizam honestidade, criatividade, família e sucesso.”

Para enviar este artigo para um(a) amigo(a):
Clique aqui

Fonte: A Notícia
Autor: 
 Data: 21/01/2010

 

 


Voltar

 
Para membros da Comunidade
Learning & Performance Brasil
> Efetuar Login
> Cadastre-se
> Saiba mais
Curta a nossa página no facebook
Siga-nos no twitter

Organização
MicroPower

Promoção
Escola Virtual

e-learning for kids

ABES

ABRH - NACIONAL

ABRH - SP

ADVB

América Economia

bilheteria.com

FNQ - Fundação Nacional da Qualidade

GCSM - Global Council of Sales Marketing

Movimento Brasil Competitivo: MBC

Microsoft

The Winners - Prime Leaders Magazine

Copyright © 2016 - MicroPower®