HomeArtigosNa Europa, carreira vem à frente da família
 ARTIGOS
Na Europa, carreira vem à frente da família

Continuo em viagem pela Europa, onde tenho a oportunidade de visitar e trocar ideias com empresários, professores e estudantes. Nessas conversas, constatei que a faixa de idade do primeiro emprego para profissionais com formação superior está subindo para 26 ou mais anos.

Duas razões para essa mudança destacam-se: a redução de postos gerenciais e a exigência cada vez maior de mais formação. As empresas européias buscam identificar três elementos para distinguir os candidatos: conhecimento em informática sólido, personalidade que demonstre criatividade e sinais de que o trabalho vem à frente de todas as demais coisas, inclusive família (leia mais em O difícil equilíbrio entre resultado e felicidade). As estreitas margens de resultado operacional obtidas aqui na Europa são a fonte básica dessa desumanização.

Por outro lado, esta constatação confronta com a grade curricular das escolas de negócio. Percebi uma tendência de privilegiar as disciplinas que envolvem o que se pode denominar de humanismo – as ciência aplicadas ao homem e ao seu desempenho. Paradoxal, mas verdadeiro.

Acredito que a academia antecipa que a chave ainda não percebida pelas empresas (pela pressão de resultado no curto prazo) é justamente o domínio da gestão do talento humano. Aparentemente conflitantes, as duas posições podem caminhar juntas, na medida em que a exigência por resultados jamais prescindirá do talento humano. Não é possível chegar a um objetivo sacrificando a vida e os objetivos pessoais do profissional. Também é preciso colocar um debate sobre resultados de curto e longo prazos.

E no Brasil, guardadas as devidas diferenças, a tendência é a mesma.

Como você pode entender ou tirar proveito dessa análise para construção de sua carreira?

A primeira confirmação é que ter uma sólida formação continua sendo o principal diferencial. Segundo, um comportamento criativo (que pressupõe olhar a dinâmica organizacional além da moldura) também é critério de avaliação. A terceira constatação é uma pergunta para planejamento pessoal: a fórmula que você encontra para seu desenvolvimento equilibra carreira e sua visão de vida?

A vida dos futuros gestores está cada vez mais difícil ao observar a balança que coloca felicidade, de um lado, e sucesso e trabalho, do outro. A equação passa por esta difícil combinação no cenário atual das empresas.

Por enquanto, as pessoas estão ficando de um lado ou de outro.

Para enviar este artigo para um(a) amigo(a):
Clique aqui

Fonte: Carlos Faccina
Autor: 
 Data: 02/12/2010

 

 


Voltar

 
Para membros da Comunidade
Learning & Performance Brasil
> Efetuar Login
> Cadastre-se
> Saiba mais
Curta a nossa página no facebook
Siga-nos no twitter

Organização
MicroPower

Promoção
Escola Virtual

e-learning for kids

ABES

ABRH - NACIONAL

ABRH - SP

ADVB

América Economia

bilheteria.com

FNQ - Fundação Nacional da Qualidade

GCSM - Global Council of Sales Marketing

The Winners - Prime Leaders Magazine

Copyright © 2016 - MicroPower®